10 fatos curiosos sobre o Orgasmo





Essa é uma palestra que a escritora Mary Roach deu para o TED.com, com 10 coisas interessantes sobre orgasmo, que você provavelmente não sabia.

É uma palestra muito interessante e engraçada. Mary Roach sabe ser divertida e ao mesmo tempo apresentar fatos científicos. Essas 10 coisas foram tiradas de estudos e outras fontes científicas, mesmo que algumas sejam mais curiosidades históricas hoje, hehehe. Aconselhadíssimo assistir.

Está em inglês, mas tem opção de legendas. Em View Subtitles, escolha a opção em português, ou se você quiser, lituano. ;)




E se mesmo assim você não se animou pra ver o vídeo, aqui vai um resumo dos 10 interessantes fatos:

1. Um feto pode se masturbar no útero

Um estudo do Jornal de Ultrassom na Mediciona descreveu um feto fazendo movimentos safadinhos com a mão. Nas palavras do médico: "A mão agarrando o pênis de modo que lembra movimentos masturbatórios."



2. Você não precisa das genitálias.

Orgasmo é um reflexo do sistema nervoso autônomo. E o reflexo do orgasmo pode ser disparado por uma grande faixa de estímulos, a genital, entre elas. Mas Kinsey (se você não sabe quem Kinsey foi, leia este post) também entrevistou uma mulher que podia ter orgasmos se alguém apertasse a sobrancelha dela.

Pessoas com danos na medula espinhal, como paraplégicos, tetraplégicos, irão frequentemente desenvolver uma área muito, muito sensível logo acima dos seus ferimentos, onde quer que ele esteja. Existe descrito na literatura científica, um orgasmo pela estimulação no joelho (!).

3. Você pode ter orgasmos mesmo quando morto

O quartel general para o orgasmo, junto com a medula espinhal, é algo chamado de raiz do nervo sacral (localizado na região um pouco acima da bunda - essa descrição acurada é minha). E se você dispará-lo, se você estimulá-lo com um eletrodo, no ponto certo, irá provocar um orgasmo. E é um fato que você pode disparar reflexos espinhais em pessoas com morte cerebral mas mantidas respirando com a ajuda de aparelhos. Vide reflexo ou sinal de Lázaro. Portanto, se você disparar o ponto certo, teoricamentet você pode provocar um orgasmo no morto. Mas não vai ser muito divertido pra ele, obviamente.

4. Orgasmo pode causar mau hálito

De acordo com o autor de manual de casamentos, Theodore Van de Velde, um leve odor seminal pode ser detectado no hálito de uma mulher depois de cerca de uma hora do ato sexual. Theodore Van de Velde foi uma espécie de conhecedor/apreciador de sêmen. No seu livro, "Casamento Ideal", ele disse que podia diferenciar entre o sêmen de um jovem, que ele disse ter um cheiro fresco e entusiasmante, e o sêmen de um homem maduro, cujo cheiro do sêmen seria, citando-o: "Notavelmente como o de flores do castanheiro espanhol. Algumas vezes muito floral fresco, e então novamente às vezes extremamente pungente." E não, esse não é o mesmo cara do livro com receitas de esperma que eu já postei aqui.

5. Orgasmo também pode curar soluços

Em 1999, Israel, um homem começou a soluçar e nada fazia com que ele parasse, por dias. Num dado momento, o homem, ainda soluçando, fez sexo com sua esposa. E surpresa!, os soluços pararam. Ele contou ao seu médico, que publicou um estudo "Relações Sexuais como um Tratamento Potencial para Soluços Intratáveis."

6. Médicos já receitaram orgasmos para fertilidade

Os primeiros ginecologistas de 1900s, acreditavam que quando uma mulher tem um orgasmo, as contrações serviriam para sugar o sêmen pra cima, através do colo do útero fazendo com que ele fosse entregue mais rapidamente para o óvulo, aumentando as chances de concepção.

Agora, nos anos 1950s, Masters e Johnson eram céticos quanto a essa teoria, e pra tirarem a prova, trouxeram mulheres ao laboratório. E equiparam elas com diafragmas contendo sêmen artificial. E no sêmen artificial havia uma substância para aparecer no raio X. Essas mulheres se sentaram na frente de um aparelho de raio X. E se masturbaram. E Masters e Johnson olharam para ver se o sêmen estava sendo sugado para cima. Não foi encontrado nenhuma evidência da sucção.

Entretanto, existe sim uma maneira que um orgasmo pode aumentar a fertilidade. Esta envolve homens. É sabido que o esperma que reside no corpo por uma semana ou mais, começa a desenvolver anormalias que fazem ele ser menos eficiente para chegar ao óvulo. O sexologista britânico Roy Levin especulou que talvez seja por isso que homens evoluíram se tornando tão entusiastas e freqüentes masturbadores. Ele disse, "Se eu me mantenho ejaculando, eu tenho esperma fresco sendo feito." Agora temos uma desculpa evolucionária. =)

7. Criadores de porcos usam orgasmos suínos para aumentar a fertilidade

Na Dinamarca, o Comitê Nacional Dinamarquês para a Produção de Porcos descobriu que se você estimular sexualmente uma leitoa enquanto a insemina artificialmente, verá um aumento de seis por cento na taxa de nascimentos. Por isso, fizeream um plano de cinco etapas de estimulação para leitoas. E pra convenceram os fazendeiros, eles fizeram um DVD bem educativo (e divertidíssimo).

8. Animais fêmeas têm mais diversão do que você imagina

Animais não registram dor e prazer nas faces, do mesmo jeito que nós, humanos. Porcos, por exemplo, são mais como cães. Eles usam mais a metade de cima da face. As orelhas são muito expressivas. Então você não tem realmente certeza do que está acontecendo ao porco.

9. Estudar o orgasmo humano em laboratório não é fácil

Masters e Johnson, nos anos 1950s, decidiram entender todo o ciclo sexual humano. Do despertar, até o orgasmo, em homens e mulheres, tudo o que acontece no corpo humano. Bem, com mulheres, muito do que acontece é interno. Isso não parou Masters e Johnson. Eles desenvolveram uma máquina artificial de coito. Ela era basicamente uma câmera-pênis em um motor. Tinha um falo, de acrílico transparente, com uma câmera e uma fonte de luz, presas a um motor que o movimentava. E a mulher faria sexo com isso. Infelizmente, o aparelho foi desmontado depois do estudo.

10. Mas com certeza é divertido

Um certo dia Alfred Kinsey decidiu calcular a distância média que o sêmen ejaculado alcançava, pois uma teoria naquele tempo, os anos 1940s, dizia que a força com que o sêmen fosse jogado contra o colo do útero era um fator de fertilidade. Kinsey achava que isso era balela e então foi trabalhar. Ele juntou em seu laboratório 300 homens e descobriu que em três quartos dos homens, a coisa apenas escorria pra fora, sem grandes jatos como aparecem naqueles filmes pornôs que você já assistiu. Porém, o recordista alcançou a impressionante marca de aproximadamente 2,5 metros.

Vi esse posto no blog Estou-sem

__________

2 Comente!:

Paulo Gonçalves disse...

HUSAHUSHU um porco goza por 30minutos :D

interiorsout disse...

Porra! 2 metros? é uma sniper.
São coisas que quase ninguem sabe, que são legais de se ler.

Real Time Web Analytics PageRank